São Gabriel do Oeste/MS

26 de Maio de 2017

Carregando...

Notícias

15/03/2017

Estudantes e profissionais lotam Câmara Municipal em audiência contra Reforma da Previdência do Governo Federal

A Câmara Municipal de São Gabriel do Oeste realizou audiência pública, nesta quarta-feira (15), e reuniu centenas de pessoas no plenário "Joaquim Honório Sobrinho" e pátio da Casa de Leis, especialmente jovens estudantes e profissionais da educação. Com o tema "Em Defesa dos Trabalhadores e Contra a Reforma da Previdência", os participantes elencaram os principais prejuízos atribuídos aos trabalhadores, com a possível reforma, e sugeriram mecanismos para tentar reverter a aprovação do projeto em esfera federal.

Proposta pelo vereador Marcos Paz, a audiência contou com a participação do prefeito municipal Jeferson Tomazoni, da secretária de educação, Kalícia de Brito, do presidente do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação), Onivan Correa e do diretor do Sintsprev (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde,Trabalho, Previdência e Assistência Social), Gaspar Francisco Hickmann.

"Em nosso cotidiano, talvez, não estamos completamente interados dessa proposta e de como ela nos afeta e pode nos prejudicar. Esta reforma não atinge somente profissionais da educação, como também, funcionários da prefeitura,  trabalhadores e a sociedade em geral. Esta audiência nos dá oportunidade de elaborarmos um documento oficial e encaminharmos para nossos representantes na Câmara Federal (Deputados Federais e Senadores)", salientou o prefeito, sobre a importância do evento.

Já o diretor do Sintsprev, advogado Gaspar Hickmann, emitiu parecer técnico sobre os efeitos prejudiciais que a reforma proposta pelo Governo traz tanto para trabalhadores, quanto para municípios. Entre os esclarecimentos, afirmou que a previdência não é a única fonte de recursos para custear o benefício. "A previdência faz parte de algo maior, não funciona de forma isolada; junto com ela, tem a saúde e a assistência social, que formam a chamada 'seguridade social', e nela, estão inclusas inúmeras outras fontes de recursos", explicou.

Gaspar ainda ressaltou que o aumento de contribuição proposto pelo Governo, não condiz com os valores arrecadados. "Pra um jovem, por exemplo, a aposentaria é ainda um sonho muito distante, mas a gente precisa alertar sobre esse futuro. Eles estão sendo condenados, sem terem feito nada por isso", explicou. Assuntos como as aposentadorias especiais, proporcionais e até mesmo as modificações previstas para as pensões e a idade mínima de aposentaria, foram outros temas discutidos durante a audiência.

"Estou no meu 13º ano de mandato e religiosamente, todos os anos, nós realizamos audiências públicas para tratar de assuntos ligados aos trabalhadores, em especial, dos trabalhadores da educação e da própria educação. Hoje, em especial, gostaria de agradecer a presença maciça dos profissionais e dos alunos da rede pública...Isso aqui [audiência] é uma verdadeira aula de cidadania, porque trata do futuro dos jovens e de toda sociedade", observou o vereador Marcos Paz, ao ressaltar a importância da população, na discussão desses temas.

Segundo o parlamentar, as assinaturas colhidas durante o evento resultará na elaboração de um abaixo-assinado, que será entregue pessoalmente para a Deputada Federal Tereza Cristina, na próxima sexta-feira (17). Uma moção de repúdio contra a proposta do Governo Federal também será encaminhada para aprovação na Câmara Municipal, e posteriormente encaminhadas às demais autoridades federais, que representam o Estado de Mato Grosso do Sul.            

A audiência teve público estimado de 500 pessoas e contou ainda com a presença do presidente da Casa de Leis, vereador Valdecir Malacarne e dos vereadores: Rogério Rohr, Rose Pires, Roberto Emiliani, Vagner Trindade, Rosmar Alves, Fernando Rocha e Luizinho do Ferro Velho. 

Autor - Alexandro Barboza

SITE DESENVOLVIDO POR: