São Gabriel do Oeste/MS

15 de Outubro de 2018

19º Min

/

30º Máx

Notícias

04/06/2018

Vereadores acompanham assinatura dos contratos do Residencial Flor do Cerrado

Os vereadores Fernando Rocha, Luizinho do Ferro Velho, Marcos Paz, Rogério Rohr e o presidente da Câmara Municipal, vereador Valdecir Malacarne, acompanharam ,nesta manhã (4), a assinatura dos contratos dos imóveis do residencial Flor do Cerrado. Ao todo, são 233 famílias que vivem a realização do sonho da casa própria no município de São Gabriel do Oeste.

A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social, reuniu todos os beneficiários do Programa Habitacional Flor do Cerrado para a assinatura dos contratos no Ginásio Poliesportivo do Bairro Jardim Gramado. Além dos beneficiários, estavam presentes, o prefeito Jeferson Tomazoni, a vice-prefeita, Ivone Pierezan e a secretária de assistência social, Rosane Moccelin, além de técnicos da Caixa Econômica Federal, responsáveis pela elaboração dos contratos.
 
De acordo com a secretária Rosane, as assinaturas serão realizadas apenas nesta segunda-feira  e a próxima etapa será a entrega definitiva das chaves dos imóveis. Para dar celeridade nesta etapa final, ela comunicou que o prefeito irá pessoalmente para Brasília e pediu aos vereadores que auxiliem na mobilização das autoridades estaduais.
 
"Estamos articulando junto ao Governo Estadual, para que o governador Reinaldo Azambuja venha até o município para entrega oficial deste residencial. Todos os vereadores estão empenhados para que a entrega destas casas aconteça o mais breve possível e ,na ocasião, também queremos oportunizar a assinatura de convênios para execução de outras obras, que beneficiem nosso município. ", informou o vereador Valdecir Malacarne.
 
Durante as assinaturas, equipes da Energiza  e do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) também estiveram no local, para atender pedidos de ligação de luz e água nos imóveis.

O residencial Flor do Cerrado foi lançado em 2014 e não concluído pela gestão anterior.Em abril de 2017, o governador Reinaldo Azambuja esteve no município e anunciou que a entrega estava prevista para julho do mesmo ano, porém, houve atrasos nas obras e a entrega foi comprometida.

As moradias são edificadas por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, ao custo total de R$ 14,7 milhões, sendo R$ 887,4 mil do Estado e o restante da União e do Município. Segundo a Prefeitura Municipal, todos os trâmites, de sua responsabilidade,  re relacionados ao empreendimento foram rigorosamente cumpridos, durante o período de construção.
 

Autor - Alexandro Barboza - Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

SITE DESENVOLVIDO POR: